Actualidade
Sobre a JCP
Secundário
Superior
Profissional
Jovens Trabalhadores
Internacional
Ens. Superior
 docSuperior_especial2.jpg
agit_button1.jpg
Internacional
syria2.jpg
Newsletter
Subscreve a mailing-list da JCP e recebe noticias no teu e-mail.


Receber em HTML?

.
untitled-1-01.png
Página Inicial
nota de imprensa
Novos cortes no orçamento para o Ensino Superior: aos cortes, a luta é a resposta dos estudantes!
O Governo pretende cortar 14 milhões de euros nas verbas atribuídas ao Ensino Superior no Orçamento de Estado do próximo ano. A desresponsabilização pelo financiamento da educação já ditou uma diminuição de mais de 200 milhões de euros desde 2005, condenou as instituições à degradação das suas condições materiais e humanas e empurrou milhares de jovens para fora do ensino superior. A crise tem sido a oportunidade para justificar a governação ruinosa que PSD e CDS protagonizam com o consentimento cobarde do PS. O Governo continua a intensificar o ataque às conquistas que Abril escreveu e a sentenciar os jovens à emigração ou à exploração.
Ler mais...
 
BES... Banco novo, histórias antigas... os mesmos de sempre a enriquecerem às nossas custas
Não há muito tempo, há pouco mais de vinte anos, as coisas eram bastante simples para quem olhasse para a comunicação social dominante e para o que diziam os governantes da política de direita. Havia qualquer coisa de triunfal no discurso das classes dominantes. Cavaco ouvia dos dirigentes da CEE grandes elogios ao “exemplo” de Portugal, que era chamado por esses senhores como “a Califórnia da Europa”. Tudo era simples: na esteira da política iniciada com Mário Soares, havia que privatizar “tudo o que mexesse”, e dessas privatizações surgiria um oásis californiano: com a privatização, com o aumento da competição, do mercado, os preços iriam baixar, a economia iria florescer, e todos poderíamos contemplar a estética perfeita dos equilíbrios da oferta e da procura; Com os fundos comunitários, deixaríamos de ter agricultura para passar a ter “turismo rural” (que soa bem melhor), deixaríamos as pescas para passar a ter praias cheias de turistas de toda a Europa, que cá deixaríam as suas pesetas, francos, marcos, euros mais tarde; em vez da indústria, passaríamos a ser um país de serviços, de know-how, de economia do conhecimento.

Ler mais...
 
<< Início < Anterior | 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 | Seguinte > Final >>

.
Juventude Comunista Portuguesa - Contra as Troikas, nem um passo atrás!
Ens. Secundário

untitled-1-02.png

Ens. Profissional
especial_prof12.gif